A "Mudança para a Holanda" já aconteceu há alguns anos.
Hoje já tenho uma certa rotina mas, ainda, com algumas coisas novas... assim é a vida.

Muitas coisas aconteceram... nascimentos, amizades novas e fortes, outras frágeis e desfeitas.
E vai-se vivendo e aprendendo, ou não...afinal quem é perfeito? Eu tento...
E a vida ainda segue, meus caros, no "Vivendo aqui na Holanda"...
Seja bem vindo(a)!

quarta-feira, 9 de maio de 2018

De Nationale Dodenherdenking, Nationale Herdenking of Dodenherdenking en de Bevrijdingsdag

Os dias 4 e 5 de maio são dias muito importantes para a memória histórica deste país.
Os dias Nacional da lembrança dos mortos e da Libertação, respectivamente.
O tema deste ano: 2018 Jaar van Verzet, 2018 Ano da Resistência.
No dia 4 eventos aconteceram em vários monumentos espalhados pela Holanda inteira. Cerimônias homenageiam a memória dos mortos na Segunda Guerra Mundial. Histórias são contadas por pessoas que vivenciaram o terror da guerra ou por algum familiar, descendente de alguma vítima da guerra.
Às 20 horas, dois minutos de silêncio, atualmente. Desde 1988 estes eventos são organizados pelo Comite Nacional. 
A cerimônia mais significativa acontece na praça Dam, em Amsterdam, com a presença de vetereanos oficiais, militares, políticos, vítimas e descendentes de vítimas, pessoas ilustres e a família real.
No dia 5 de maio, é comemorada a libertação da Holanda que tinha a ocupação de alemães, o fim da guerra.

Abaixo fotos de 4 de maio 
https://www.facebook.com/pg/nationaalcomite4en5mei/photos/?tab=album&album_id=1521036994689347




E pensar que ainda há tantas guerras acontecendo...e...a humanidade parece que não aprendeu.

sábado, 5 de maio de 2018

O que seria dos bonitos se todos fossem feios?

Eu vi, por acaso, o trecho de um programa de televisão onde o apresentador enaltecia os atributos de uma pessoa que se destacou como atriz. Parece que está fazendo sucesso e sendo ovacionada. Bonita, corpão, sensual. Já saiu em muitas revistas, já fez vários comerciais, musa de carnaval.
Aí ele mencionou o seguinte: que além de bonita e talentosa, ela é inteligente. Que o que muita gente não sabia, era que ela prestou vestibular para medicina na USP e passou! E que o seu destaque agora não era por acaso porque além de "gostosona"- ele não usou, própriamente, esta palavra - ela era também uma mulher inteligente, competente e que "sofreu" muito para mostrar tudo isso. Anos de dedicação que estão sendo reconhecidos agora e todo um blablabla...porque há muito preconceito com mulheres bonitas.
Aí o meu pensamento, num primeiro momento: quer dizer que mulher inteligente então é mulher feia?
Preconceito com mulheres bonitas e lindas e maravilhosas e deslumbrantes?
Olha, nada contra as mulheres lindas. 
Eu tive algumas colegas de trabalho que eram de parar o trânsito. 
Uma em especial, chegava a ser irritante, mas era divertido. Onde a gente ia, era sempre um chegando junto. E eram rapazes tão bonitos quanto ela. No trabalho então...os colegas homens a bajulavam. Chefes eram todos amáveis.
Ela trabalhava como nós, as pobres mortais normais feias. Trabalhava bem, era competente, responsável, pontual. Era meio devagar, fazia o jeito desentendida e inocente. E todo mundo gostava dela. E ela era boa gente. Ela era linda mas era minha amiga! rs
Também lembro de uma advogada que chegou para trabalhar no escritório onde eu estagiava. 
A mulher era linda, gente! Linda de beleza natural! Nada destas mulheres que parecem caricaturas com sobrancelhas pintadas, cílios postiços e bocas desenhadas. Pense numa mulher linda...era a tal advogada. E era super fera pois tratava de casos complicados internacionais. E todo mundo era só sorrisos para ela. Ela nem precisava pedir, bastava ela olhar hahaha A beleza tem poder!
E aí eu escuto esta ladainha de que mulher bonita sofre porque tem que provar que não é só mais um rostinho ou corpinho bonito na multidão. Que é tão competente quanto uma feia - porque é isso que eu entendo quando escuto estes discursos. hahaha
E isso me faz lembrar também de uma colega feia e de outra que era muito obesa. 
Sim, gente! Ela era feia e a realidade dela era dura. 
Ela tinha sim que provar que podia ir numa reunião, coordenar um projeto. Os colegas diretos eram distantes. Ela sempre estava solitária. E quando a gente saía para almoçar a gente notava os olhares das pessoas sobre ela. E ela era tão gente boa quanto a minha outra colega linda. E, provavelmente, ela foi limitada em suas funções por causa da sua aparência. Enquanto muitos passavam a ir para reuniões em clientes, ela ficava interna e resolvendo todos os problemas monstros que apareciam pelo telefone. 
Com a obesa, não era muito diferente. Sabe o que falavam na cara dela? De que ela tinha um rosto lindo! E paravam a frase...mas como ela mesmo sempre me dizia, ela imaginava o resto: pena que é gorda.
Ahhhh, por favor, não sejamos hipócritas. Todo mundo sabe que beleza ajuda e muito. Pode não por mesa, mas que abre as portas, abre sim!
Diga aí o mundo de modelos e manequins. Atrizes e atores. Gente de nariz torto, vesgo, descabelado, dentuço, cabeçudo não estampa capa de revista.
Até repórteres de um certo canal de TV no Brasil...uma gente bonita! Tanto mulheres como rapazes. Lindos, impecáveis! Um ou outro que é assim mais ou menos, sabe?
Se não fosse bonita, em primeiro lugar, não estaria em novelas, nas revistas e fazendo propagandas...sorte se tiver competência para se manter onde chegou. Afinal o tempo passa.
Tem gente que passou na fila da beleza e recebeu a perfeição total.
Ahhh e tem também a máxima do "não existe mulher feia, existe mulher pobre"...
Deixa eu parar por aqui...hahaha
"Espelho, espelho meu...existe alguém mais bonita do que eu?"
Não precisa responder!
Fui!

quinta-feira, 3 de maio de 2018

O Dia do Rei

Já tem cinco anos que a Holanda tem um rei: Willem-Alexander.
E o dia do seu aniversário é 27 de abril. Então, todo ano, neste dia, a Holanda passou a comemorar o aniversário do seu rei.
Porém, este rei é pé frio! Não teve um dia bom de calor. Acho que este ano até que foi melhorzinho.
Toda a festa aconteceu na cidade de Groningen, norte da Holanda.
A cidade se preparou para receber a família real e seus parentes de primeiro grau.
Atividades, apresentações e manisfestações, afinal a região de Groningen sofre com terremotos devido a extração de gás do solo, deixando o subterrâneo instável e causando tremores de terra e danificando prédios e casas. E isso vem se arrastando há tempos...
As fotos abaixo são do site Het Koninklijk Huis.







As meninas são as princesas, filhas do casal real. A mais velha, Amália, 14 anos, a do meio, Alexia de 12 anos e a mais nova, Ariane de 11 anos.
As fotos abaixo, são as oficiais da família e feitas em março deste ano.

Foto no estilo "As panteras"... como pode o cabelo voar num salão fechado?

Ariane, Alexia - a mais bonita - e Amália - todas de olhos castanhos

O rei Willem-Alexander e a rainha Máxima - que é argentina
Vale lembrar que o país inteiro comemora o Dia do Rei  mas é na cidade de Amsterdam que se dá a grande comemoração do país, mesmo a família real estando em outra cidade.

terça-feira, 1 de maio de 2018

Comunicado

Exclui alguns blogs que estão inativos há mais de um ano, ou quase isso. O que eu acho uma pena, pois eram ótimos.
Se você era o(a) dono(a) do blog e voltou a escrever, por favor, me avise! Uma para eu voltar a ler e outra para coloca-lo na minha lista de novo.
Também aceito sugestões. Adoro ler blogs.
Obrigada!

segunda-feira, 30 de abril de 2018

Quando a saudade fica...

Lizzy quando queria colo
A gente só entende a relação de um animal e seu dono quando passa a ter um bichinho em casa.
Na verdade, ela não era nossa. A gente é que era dela.
Apareceu aqui, foi se enturmando e tomando conta do pedaço. Aliás, as duas! Sim, duas.
Mas a Lizzy era especial. 
Educada, sensata, tranquila, inteligente...uma lady! Tinha senso de humor e, quando podia, achava o travesseiro para se aninhar e dormir na nossa cama. Engraçada era a cara que ela fazia quando eu a descobria. Porém, como ela fazia isso muito de vez em quando, eu deixava a travessura acontecer. 
Ela tinha a casa dela, mas sabia se dividir entre os dois lares. Tinha seus horários, sempre pontual. Seus hábitos eram também bem definidos.
Eu sou meio "Felícia" e ela não gostava muito de amassos, não. Me ignorava. Mas era perfumada e macia a criatura! - E a ironia do destino: a minha alergia a gatos. Eu espirrava quando ela aparecia toda asseada e perfumada! -  E só quando ela queria, ela nos dava a honra de ficar no nosso colo.
Fomos nós que percebemos que algo não ía bem com ela. Apesar de seus dez anos, era cheia de energia e parecia uma gatinha novinha. Avisamos os donos que levaram ao veterinário. Acho que o diagnóstico foi equivocado. Foi tudo rápido.
No dia que ela partiu, nós conseguimos vê-la e ficar com ela. De noite, a "dona" dela veio nos avisar que ela tinha partido, há uma semana atrás.
Os humanos se decepcionam fácil uns com os outros... agora com os animais, a gente se surpreende.
Lizzy... o nosso amor e o nosso respeito. Que bom que você foi a nossa companheirinha e alegrou a nossa vida mesmo que tão brevemente. 💓😻

domingo, 29 de abril de 2018

Eis me aqui

Oh eu aqui...de volta para o meu blog! Não é falta de vontade de escrever. Ao contrário, vontade eu tenho, porém sentar aqui requer tempo e concentração, mesmo que seja um post curtinho.
O tempo não anda grandes coisas. Tivemos dias quentes, assim, de repente. Eu já fiquei mole. A gente sai do casacão pesado de inverno direto para as roupas de verão. Ah isso pra mim é muito extremo. Não tenho tempo de me aclimatizar. As roupas de meia estação estão, praticamente, esquecidas no armário.
Nem acredito que estamos com os pés no mês de maio. O tempo passa e a gente mal vê.
Por aqui, semana de férias...ou duas semanas de férias...nunca sei. Uma que são férias escolares e algumas escolas dão de uma a duas semanas de férias. Como aqui ninguém está na escola, passa batido pra gente. Fico sabendo que é epoca de férias porque o povo começa a falar e a perguntar. Tenho amigos com filhos em idade escolar, vizinhos, sobrinhos.
Os "pobres mortais" se programam, obrigatóriamente, para viajar, fazer algo inusitado. Porque né, hoje em dia, tem que se fazer alguma coisa, ficar em casa é pecado mortal. O que a criancinha vai contar na escola para os coleguinhas? Ai, quanto estresse!
E o que eu acho estranho é gente que não precisa sair de férias, sair! Alguns vizinhos sumiram. Eu acho que é só para tumultuar! Aqui evitamos programar passeios ou viagens pois sabemos que tudo estará cheio, lotado, custando mais caro...se não precisamos, não fazemos. Simples assim!
E para vocês terem uma pequena ideia da falta de glamour que é sair de férias rs olha o aeroporto de Schiphol hoje de manhã. Houve um problema técnico, voos super lotados, sistemas fora do ar e muita gente ficando pra trás.
Chegou num ponto de fecharem o acesso ao aeroporto já na estrada! Uma loucura de carros, tudo congestionado. Pessoas desesperadas, abandonando seus carros, pegando suas malas e saindo a pé pelos canteiros e acostamento da estrada.
E, detalhe, já é a segunda vez este ano e num período igual de férias escolares. Em fevereiro também aconteceu o mesmo.
Tô começando a achar que ficar em casa é garantia de glamour nas férias... parece até a rodoviária do Tietê em SP em véspera de feriado prolongado!
E os meus vizinhos...com duas crianças pequenas...pela segunda vez no meio desta "folia"...ohhh férias de sonhos!
Eu passo! Boa viagem!